“Ritos Tenetehar – A Cultura Ancestral de um Povo” por Meireles Junior e Taciano Brito.

 

O Cacique Sílvio Santana e Fabiana Guajajara, lideranças do Instituto Centro de Saberes Tentehar Tukan, que estão envolvidos na produção do livro “Ritos Tenetehar – A Cultura Ancestral de um Povo”.

Em processo final de produção, o livro “Ritos Tenetehar – A Cultura Ancestral de um Povo” assinado pelos fotógrafos Meireles Junior e Taciano Brito, vai mostrar um pouco da riqueza cultural, ancestral e espiritual dos povos Tenetehar ou Tentehar (Guajajaras) e Awá Guaja, que habitam o Território Indígena Araribóia, no sudoeste do Maranhão.

A obra conta com o patrocínio das empresas Equatorial Maranhão e Fribal, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e será lançada até o início do próximo mês de junho. Através dos sensíveis olhares de Meireles Jr. e Taciano Brito,  são destacados três dos mais importantes rituais desse povo: A Festa do Mel; a Festa da Menina Moça e a Festa dos Rapazes. E mais, a dualidade tão valorizada do natural e do sobrenatural; além da sabedoria ancestral que luta para se perpetuar entre as novas gerações.

Os Tentehar, mais conhecidos como Guajajara são resistentes, determinados, dinâmicos, espirituais, falantes do tupi. Para eles, os mundos natural e sobrenatural, homem e natureza se confundem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos