Pifando a Amazônia – Caju Pìnga Fogo faz show em São Luís

Integrando a programação do projeto SESC Amazônia das Artes, vai ter show “Pifando a Amazônia”, aberto ao público, da Banda de Pífanos Caju Pìnga Fogo, do Piauí, no próximo dia 14 de maio, domingo, Dia das Mães, às 16h30, no Espaço Chão SLZ – Praia Grande.

Formada em 2016, em Teresina-PI, por jovens artistas para celebrar a cultura popular nordestina. Parte da pesquisa das Bandas de Pífanos, ritmos e danças tradicionais do Nordeste brasileiro.

As apresentações misturam música, dança, interação com o público e atrai atenção por onde passa. A magia e ancestralidade do Pífano aliadas a energia da banda é a combinação perfeita pra todo mundo entrar na dança. Em 2019 lança o disco, “Rosa dos Ventos”, dedicado a Maria da Inglaterra e uma websérie com 5 episódios que mostra o processo de produção do disco. Acumula apresentações em grandes festivais no estado como Festival de Inverno de Pedro II e Ópera da Serra, fora do estado se apresentou na Bienal da UNE (Salvador-BA), Semana Internacional da Música (São Paulo-SP), Mostra Sesc Cariri de Culturas (Juazeiro do Norte-CE) e no Festival BR135 (São Luís-MA).

 

(Da redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos