Estação Tech do João de Deus realiza curso de inclusão digital às mulheres em parceria com a Operadora Maxx

O analista de Marketing Rafael Araújo e a professora Alê Azevedo, que fez para uma roda de conversas sobre inclusão digital e empoderamento feminino na empresa.

São os bons exemplos que inspiram as mudanças. E a professora maranhense Maria Alexandrina Azevedo Soares, mais conhecida como Alê Azevedo, foi à luta aos 50 anos para não ficar defasada digitalmente, e fez o curso de informática gratuito na Estação Tech do bairro João de Deus; projeto apoiado pela operadora Maxx. Aprendeu a usar programas como Excel, Word e todo o pacote básico; e agora sente-se mais preparada para o mercado de trabalho.

Com sentimento de gratidão pelo patrocínio, a Profa. Alê Azevedo atendeu o convite da operadora Maxx e palestrou na sede da operadora, para um grupo de colaboradoras do call center da empresa. Ela foi levar uma mensagem de motivação e de luta contra o ageísmo – nunca é tarde para estudar e aprender mais!

Negra, mãe de três filhos, ela primeira pessoa de sua família a conquistar uma formação superior. Os pais são analfabetos, moram no interior onde trabalhavam como quebradeira de coco e lavrador. Alê contou que saiu de Palmeirândia para vir estudar na capital com apenas 6 anos de idade. E não parou nunca mais. Ela estimulou as colaboradoras da Maxx a seguirem sempre se capacitando, trabalhando também a autoestima para que sigam fortes e empoderadas.

 

 

 

 

(Da Redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos