Escola Crescimento e Maple Bear promoveram atividades no Mês da Mulher

Mais que uma data comemorativa, o Dia da Mulher é um manifesto de lutas e conquistas sociais, que deve ser reafirmado a partir de discussões em sociedade, principalmente entre as crianças e os jovens. Pensando nisso, a Escola Crescimento e a Maple Bear São Luís promoveram, durante todo o mês de março, ações pedagógicas que reafirmarem a importância do papel da mulher na sociedade e de incentivo para debates sobre as questões de direitos das mulheres, equidade de gênero e empoderamento feminino.

Ao longo do mês, foram realizadas atividades com os estudantes com temas relacionados à mulher no mercado de trabalho, violência doméstica, rodas de conversas e debates sobre grandes personalidades regionais, nacionais e mundiais que pudessem inspirar alunos e alunas a construírem um mundo melhor e mais humanos para as mulheres.

As atividades foram realizadas a partir de processos da conscientização das temáticas com as discussões e debates até as produções artísticas, de murais vivos, contações de histórias, encenações, entre outras, com o objetivo de motivar os alunos a olharem para a história das mulheres com valor e respeito. Além disso, foi um momento para trazer as representatividades femininas, como na atividade dos estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais que trabalharam com a linha do tempo da mulher no mercado de trabalho, trazendo as primeiras profissões que as mulheres puderam exercer, a evolução do mercado e os grandes nomes na história.

O professor de Educação Socioemocional, Maycon Santos, explicou que a partir do entendimento de que o Dia Internacional da Mulher representa a conquista das mulheres, a luta pela igualdade nos direitos, foi possível chamar atenção para a atuação da mulher no mercado de trabalho. “As ideias foram surgindo a cada encontro, por meio das discussões e interações em sala de aula, dando vida à linha do tempo”, afirmou.

A Maple Bear São Luís, na oportunidade, realizou uma roda de conversa entre os alunos da 3ª série do Ensino Médio e a gerente do Setor de Tecnologia da empresa Vale, Emanuela Ramos, primeira mulher responsável por projetos de soluções de problemas dentro da empresa no Brasil. Durante o bate-papo, a gerente conversou sobre sua vivência como mulher na área de tecnologia e sobre sua trajetória no mercado de trabalho.  Também foram discutidas as contribuições que a equipe do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) trouxe para a Escola em ambientes virtuais, permitindo uma ampla participação dos alunos durante o período pandêmico, com participação ativa da coordenadora de tecnologia educacional, Melissa Acácio.

 

(Informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos