Erivaldo Gomes – Missa de sétimo dia será celebrada na Igreja São Roque

Aqui a ilustração de Erivaldo Gomes é assinada pelo artista gráfico e DJ Zod Nazir.

“Mas amor é assim sem direção/Aqui só se faz o que vai acontecer/Se a mente é capaz/Sonho vai sobreviver”

Erivaldo Gomes

A missa de sétimo dia do artista popular, compositor e instrumentista Erivaldo Gomes será realizada na Igreja de São Roque (R. Oliveira Lima, S/N – Lira) às 18h, deste sábado, 08 de outubro de 2022.

Vítima de complicações hepáticas, Erivaldo faleceu na madrugada de domingo passado, 02 de outubro, aos 63 anos.

Autor das iniciativas culturais, Blofão e Tapera, ele foi também idealizador do Livro Cd, O Calor do Tambor de Crioula do Maranhão Dá o Tom a Cultura Popular, com registro da obra dos Mestres Chico, Leonardo e Felipe; Erivaldo foi autor de inúmeras composições gravadas por nomes como Alcione. Entre os grandes parceiros musicais, o cantor e compositor Gerude.

Erivaldo era figura cativa do Centro Histórico de São Luís, morou na Madre Deus e Sítio Gapara.

Começou carreira com a trupe “Rabo de Vaca” ao lado de Josias Sobrinho, Betto Pereira, Zezé Alves… E como percussionista foi impulsionado principalmente quando esteve radicado em São Paulo, onde se podia vê-lo como de costume aos domingos no programa global Som Brasil, acompanhando figuras notáveis da Música Popular Brasileira, dentre eles: Xangai.

Irreverente, autêntico, polêmico, intenso, Erivaldo Gomes deixou dois filhos, Aymoré e Mirasol, e um rico capítulo escrito na história da Música Popular do Maranhão.

 

(Da Redação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos